A principio, eu visitaria alguns museus hoje – um de Bauhaus, um museu de arte moderna, talvez algum da Museum Island – um deles esta com uma exposicao sobre o Egito e Nefertite.
Mas enfim, nao estava em clima de museus.
Decidi entao caminhar pela vizinhanca, animada pelas descobertas da noite anterior. Voltei ao tal beco do bar para fotografar.
O beco abriga tambem o “Anne Frank Zentrum“, e eu decidi visitar. Anne Frank foi uma judia, morta aos 15 anos em um campo de concentracao. Ficou famosa desde que seu pai – o unico sobrevivente da familia que contava ainda com outra irma – decidiu publicar seu diario, escrito desde o inicio da repressao aos judeus em Amsterda (onde a familia morava e tinha negocios) ate o dia-a-dia da familia escondida por amigos no anexo de um escritorio, quando foram descobertos e levados para campos de concentracao.
Acabaram de inaugurar uma exposicao definitiva que eh bem interessante. De um lado, fotos e depoimentos cronologicamente organizados de Anne e sua familia. Do outro lado, seguindo a mesma cronologia – os avancos de Hitler, desde sua chegada ao poder com o partido nazista ateh o fim da guerra. Interessante mesmo sao varias fotos da guerra, que certamente foram feitas clandestinamente, pois retratavam momentos proibidos de serem registrados, como a invasao de esconderijos e casas de judeus.
Tudo bem documentado, organizado. Tem tambem uma area interativa/educativa para jovens/adolescentes sobre liberdade e outras guerras que ainda ocorrem pelo mundo, jah que o objetivo do Centro eh a conscientizacao pela liberdade de expressao.
Enfim, interessante. Recomendo a visita. Pra quem quer fugir dos museus, eh otimo 🙂

Continuei meu dia caminhando pelas ruas, comprando fruta em feira, fotografando. Com paradas na Nova Sinagoga e no C|O Berlin – um centro de fotografia, bem ao lado da nova sinagoga.

No C|O Berlin, exposicao de Karl Lagerfeld, denominada “One Show Man”. O conceito eh interessante. Karl – um fashion designer com gosto pela fotografia – descobriu o modelo Brad Kroening, e o fotografou nos ultimos 5 anos – com o objetivo de mostrar sua transformacao do anonimato ao estrelato (Brad eh atualmente o modelo masculino mais bem pago do mundo), retratando como sua inicial naturalidade foi sendo aos poucos substituida por poses de um personagem criado – que toma consciencia de sua propria beleza (e que beleza!!). Boas fotos, tudo em P&B. Mas nada fenomenal.

Pra galera do RioFotoClube: desde o inicio de 2006, a C|O Berlin dedica um espacao para novos fotografos. Alguem se anima??

Anúncios