Ando assustada comigo mesma.

Inventei de simplificar minha vida, desde setembro passado. Foi um longo processo que culminou em pedido de demissão, viagem, decisões importantes, e a tentativa de um plano – que estou tentando colocar em prática – que me permita viver melhor com menos dinheiro, ocupar a maior parte do meu tempo com coisas que eu realmente gosto. Tem gente que acha tudo isso muito utópico, mas eu acho que tem jeito. E vou tentar até conseguir achar o jeito, ou até me dar conta que é impossível mesmo. Mas isso tudo merece um post a parte. Não é isso que me assusta, portanto vamos voltar ao assunto inicial.

Gastar tempo com as coisas que eu realmente gosto exige que eu saiba aquilo que eu realmente gosto. Algumas coisas são fáceis e óbvias – eu adoro fotografar, por exemplo. Outras (re)surgiram após praticamente uma regressão – lembrei que gostava de escrever, lá nos meus tempos de ginásio. Hábito que eu deixei para trás faz muito, muito tempo.

Eis que, a princípio empolgada com a viagem, resolvi criar esse blog. Voltei de viagem, e ele continuou por aqui firme e forte. Resolvi migrar do blogspot para o wordpress – não satisfeita, resolvi pesquisar outras ferramentas. E aí fui pesquisando, pesquisando… E meu tempo livre me fez perceber quanta coisa legal e nova tem pela Internet, e que eu não via antes porque nunca tinha tempo. Por muito tempo, internet pra mim era ferramenta de trabalho 95% do tempo. E trabalho era quase 95% do meu tempo.

A conclusão é que tenho passado de 4 a 5h por dia na internet, incluindo madrugadas afora. Acho que estou (re)descobrindo meu lado nerd, que eu tanto renego. Vai ver estou passando por todo esse processo para redescobrir aquilo que eu achava que havia sido meu erro inicial… Vai ver eu sou nerd mesmo 🙂 Ok, talvez uma nerd com alguma sensibilidade, com um lado artístico mais aflorado que o normal. Ou talvez eu finalmente perceba o óbvio e deixe esses rótulos imbecis para trás 🙂

A boa notícia é que, apesar das 4 a 5h diárias de internet, ainda sobra tempo para pedalar na praia, ver meus filmes, encontrar meus amigos, trabalhar no meu freela. E meu nível de stress anda mais do que baixo. Esquisitices a parte, parece que o plano está funcionando. Até agora.

Anúncios