Acabo de perceber que nunca falei sobre um dos meus serviços favoritos na web – o Pandora!!

O Pandora é a consequência virtual do projeto “genoma musical“, tocado desde 2006 por um grupo de cientistas-músicos e que tem como objetivo decifrar os inúmeros genes que formam o DNA de cada música com base em quesitos como melodia, harmonia e ritmo, instrumentos presentes, orquestração, arranjo, letra, qualidade e hamornia vocais.

Após analisar músicas de cerca de 10000 artistas, eles têm material suficiente para comparar DNA’s, e descobrir que determinada música teve influência de um determinado estilo e que pode ser considerada “similar” a algumas outras músicas e artistas.

Pois então, eles criaram o Pandora. Lá você cita um artista ou música de sua preferência, e o Pandora cria uma rádio para você. A partir de então, a rádio começa a sugerir músicas que tem um DNA similar a sua música\artista. Você ainda pode controlar um pouco essas sugestões, e indicar quando não concorda com alguma sugestão, e a rádio vai se ajustando.

Simplesmente a melhor forma de se ouvir música, para qualquer gosto. Raramente o Pandora erra nas minhas seleções. Excelente forma de conhecer novas bandas e artistas que você gosta, e nem sonhava que existiam!!

A única parte chata é que a base deles ainda não tem praticamente nada de música brasileira. E você também só pode criar rádios se comprovar moradia nos EUA, já que este serviço somente está autorizado lá até então – por questões óbvias de reprodução de músicas. Bom, comprovar moradia nos EUA = disponibilizar um zipcode americano. Entendeu?

Enfim, fica a dica. No momento, estou aqui me deliciando com minha rádio “James Brown”!!

Anúncios