(Fotos de Deise Lima)

Jantando em Paris, me deparei com essas duas mãos exalando fumaça. Vez ou outra, pegavam suas bebidas. Brindavam. Não raro também era estarem uma sobre a outra, exalando uma única fumaça. Eram mãos felizes.

Foram minhas mãos que fizeram as fotos – primeiro a dele. Ela, como toda (mão) apaixonada, achou linda. Fiz a dela pra fazer par.

Faz tempo que prometo enviar a foto do par de mãos-fumantes apaixonadas.

Amanhã, 11 de abril, as mãos e seus donos se casam. Em Roma.
As mãos que aqui escrevem não estarão lá dessa vez.
E perdendo a vergonha de ser piegas, assumo: meu coração estará.
Sejam felizes.

Anúncios