Quem não tem boas lembranças de festas juninas?
Bandeirinhas coloridas, vestidos de babados e bolinhas para as meninas, maria chiquinha e laços, gravatas e bigodinhos pros meninos, quadrilha, olha a chuva! (é mentira!), estalinhos, maçã do amor, salsichão, pipoca, pescaria, toca do rato, boca do palhaço, bochechas cor de rosa com sardas de mentirinha.
Primeiro, foram as do colégio onde grande parte da graça era ensaiar a quadrilha e mostrar orgulhosa pro pai e mãe no grande dia.
Depois vieram as do clube, bem menos tradicionais, eu e minhas amigas abrindo mão do ‘mico’ dos laços e maria chiquinha, o negócio era a desculpa pra paquerar, ver os meninos. A festa junina do clube era o evento do ano e do bairro.
Depois elas ficaram mais escassas, e eu passei a ter saudades do salsichão e da pescaria. Mês de junho virou mês de caçar alguma festa em qualquer rua pra ir, só pra satisfazer meus dois desejos. Mas ainda achava essa coisa de se vestir de caipira um tanto cafoninha. Tola.
Atualmente, adoro ir pra ver as crianças se divertindo, ganhando as prendas das brincadeiras, as meninas vaidosas de vestidinhos e os meninos orgulhosos de bigodinho. E morro de inveja e vontade de colocar umas tranças, fazer umas pintinhas no rosto e dançar em um belo vestido rendado. Que mico que nada, uma delícia 🙂
E as festas mais tradicionais, excelentes para remeter a boas lembranças da infância costumam ser as de escolas. Ou de um orfanato, como foi hoje a do Educandário Romão Duarte, no Flamengo – das fotos aí de cima. O Educandário atende cerca de 60 crianças, e ajudas e doações são bem vindas o ano todo. Fica a dica.

** Sessão ‘Você sabia?’
As festas juninas tem origem portuguesa, e celebram santos católicos do mês de junho: Santo Antônio (13), São Pedro (29), São Paulo (29), São Marçal (30) além do próprio São João (29). No Brasil, tornaram-se muito tradicionais no nordeste, em agradecimento as chuvas nas lavouras normalmente no mês de junho. A época é favorável para a colheita do milho, daí as comidinhas típicas: canjica, pamonha, broa de milho e até mesmo pipoca.

Anúncios