Eu ando tão astrológica que nem eu mesma me aguento.

Logo eu, que sempre fui tão cética. Passei anos a fio sem acreditar em astrologia. Mas como boa libriana que sou, mudei de idéia. É que os librianos tem uma ânsia pelo novo, diferente, pela mudança, pelo aprendizado. Coisas de gente que é regido por ar. Aliás, é o ar também o responsável por essa essência racional, cética e analítica. Tudo a ver comigo. Quando descobri que as librianas são belas e graciosas, me rendi de vez 🙂 E se tem algo de que eu gosto, é do belo. E me julgo equilibrada, na maior parte do tempo. Me incomodava com alguns atos impulsivos, logo em seguida auto-repreendidos, e isso me fazia duvidar dessa coisa da balança de libra. Até que descobri meu ascendente: escorpião. Daí esse conflito eterno entre razão e sensibilidade. Tudo fez sentido. A verdade é que ando achando a vida mais fácil agora que acredito em astrologia. Esses dias li até que o esporte preferido da libriana costuma ser a dança. Essa sou eu. Apreciadora das artes. Tem mais eu aí. De gosto conservador para roupas, precisa de sofisticação sempre, costuma não gostar de viajar sozinha. Ei, essa não sou eu. Ah sim, mas tem o ascendente em escorpião pra explicar tudo que libra não me explica. E a lua, vênus, marte e todos os outros astros.

Parece brincadeira, mas o fato é que me rendi ao simples fato de que meu mapa astral fez sentido, muito sentido. Claro que ando extrapolando, exagerando, apesar do exagero ir contra o famoso equilíbrio da libriana. É que depois dos 30, a gente se parece mais com o ascendente do que com o signo 🙂

Entre uma observação e outra, me dei conta que três grandes amigas que fiz em vida adulta são cancerianas. Fui pesquisar, e parece que os astros não reservam os melhores predicados para a relação de libra e câncer. Não gostei. Mais uma pra eu “culpar” meu ascendente. Ou o ascendente delas, talvez. Ou pra eu finalmente desistir de dar tanta atenção a astrologia. Nem 8 nem 80. Quem sabe não volto a zelar pelo equilíbrio?

Astrologicamente conectadas ou não, o fato é que minhas duas Simones e única Monise são de câncer – as 3 melhores amigas de vida adulta, reforço, para não ser injusta com outras super amigas de vida pregressa além de alguns amigos para permear. Já te disseram que os librianos fazem muitos amigos?

Simone I, em 26 de junho. Simone II, amanhã, 08 de julho. Monise, depois de amanhã, 9 de julho. Vida longa as minhas três cancerianas preferidas 🙂

Anúncios