“Linha de passe”, do Walter Salles. porque é real, sensível e bonito. mas devo avisar: o ritmo é lento.
“Os desafinados”, do Walter Lima. porque emociona e é gostoso de assistir.
“Ensaio sobre a cegueira”, do Fernando Meirelles. porque te faz pensar e porque ficou belo.

pronto. faz uma semana que queria escrever sobre os dois primeiros, mas faltava inspiração. resolvi só dar meu recado e aproveitei para incluir o terceiro, que assisti ontem. sei que os três estão bastante badalados na mídia, talvez você nem precise das minhas dicas, mas quis dizer assim mesmo. deise lima recomenda 🙂

veja e depois me conte o que achou.

Anúncios