deise-balarina1A parte mais legal do carnaval são as fantasias. Minha primeira lembrança é dessa fantasia de bailarina aí ao lado, devia ter uns 3 anos, e a vizinha colou umas estrelinhas logo abaixo da minha sombrancelha. Acho que nunca mais vi ninguém com estrelinha sob a sombrancelha, mas eu me senti o máximo com elas, e com meu fru-fru e collant de bailarina. Acho mesmo que nasci com essa vontade de ser bailarina. Lembro também de uma fantasia não sei de quê, mas que era um collant preto com uma flor estilo cinta liga na perna e um arranjo na cabeça – ambos vermelhos, no baile de carnaval da administração do condomínio. Eu subi num pedacinho de palco e descobri que sabia sambar com minhas sapatilhas carnavalescas. E acho que re-editei essa fantasia num carnaval na colônia de férias, porque lembro que há fotos com a Dani e prima Lu, e acho que foi o baile em que mais joguei confetes para cima. Já bem mais grandinha, lembro da Dani de Cheetara (dos thundercats, lembra?) e tenho certeza que nesse carnaval minha mãe também costurou uma fantasia pra mim, mas não lembro mesmo do que era. Meus carnavais mais carnavalescos foram os infantis quando meus pais me levavam aos bailes. Cresci, não virei bailarina mas ainda sonho com um palco, exibo meus dotes de samba no pé eventualmente, ainda adoro me fantasiar mas – cada vez mais – detesto multidão. Bailinho de carnaval então, só assim: levada por mamãe. Assista você também o ápice do carnaval da Família Lima em 2009.

* mais um vídeo produzido por Mauxlima. tô pra ver mãe mais ‘muderna’ e internética 🙂

Anúncios