Ando bastante produtiva, mas me sinto em período de entre-safra.
O mundo parece que está mais vazio.
Quantas vezes a Sony irá exibir “De repente 30?”.
Pé na areia é bom.
Páginas lidas de um livro abandonado em janeiro me trazem esperança. O ano ainda não acabou.
Ainda há tempo.
Há gente como eu. Deveríamos nos juntar.
O mundo tá ao contrário e ninguém reparou.

Anúncios