You are currently browsing the monthly archive for outubro 2009.

Acabo de assistir o primeiro filme que “baixei” na vida. Estou até emocionada. Pelo ato e pelo filme: “My sister’s keeper” – não lembro o nome em português, talvez ainda esteja nas salas de cinema. Com a menininha fofa de “Little Miss Sunshine”, cuja personagem foi concebida para ser doadora da irmã que tem leucemia. Gosto de ver filme que me faz chorar, será que é normal?

Registro também que baixei o 2o filme: “Abre los ojos”, do Amenabar, versão original e espanhola de Vanilla Sky. Ainda não vi.

A onda do momento inclui também baixar trilha sonora de filmes. Contabilize: “Beleza Roubada” (linda!), “Kill Bill” (1&2), e ainda em andamento “Before Sunrise” e “Before Sunset” e “Pulp Fiction”.

Será que dura a nova onda? Se durar tanto quanto a mania de limpar paredes, sei não.

(registrado por Deise Lima)

“Em uma das historias de ‘Peter Pan’, Peter perde sua sombra que, cheia de vontades, decide ficar na casa de Wendy. No universo infantil, a sombra parece autonoma – se movimenta quase que sozinha – num eterno jogo de imitar o mestre. Damiao Santana transforma a sombra em personagem principal desta imagem, cheia de cor, movimento e fantasia.”

Vc lembrava dessa história? Eu não. Coisas de Dani Lima para me lembrar, e ainda com imagem para ilustrar. Ah, e Foto na Parede está com imagens que remetem ao universo infantil em promoção, até dia 19. Confira!
balanco

O que eu sempre lembro é do sorriso sem gato da Alice (no país das maravilhas). E do medo que eu tinha da Rainha de Copas. E do coelho sempre muito apressado. Adorava Alice.

Alice também me lembra que, recentemente, vi um travesseiro da FOM (esses deliciosos, com bolinhas de isopor dentro) no formato do gato da Alice! Vi numa loja de roupa de cama, não lembro qual. Seria ótimo presente de aniversário pra mim, viu? Só não sei se estou pronta para me despedir de Serenata – quem o conhece, sabe. Amo Serenata, me acompanhou em tantos momentos mas ele tá tão velhinho…

E Feliz Dia das Crianças!!

convite_digital

Será a primeira de muitas, mas isso não é desculpa para você não aparecer, viu?
No Espaço Figura, na Lapa. Próximo fim de semana, sabado 17 de 16 as 22h, domingo 18 de 16 as 20h.
Todos os quadros estarão a venda. Eu repito: você não pode perder!

Alguém que goste de mim, por favor, peça para as lojas pararem de me ligar?
Mês de aniversário é sempre isso. Muitas ligações com ofertas de descontos.
Podia ser presente de graça.

Me pergunto se sabem que sou consumista. Talvez pelo valor da minha última compra? Pelo signo?
Eu não quero gastar dinheiro. Alguém – que me aprecie – me ajuda, por favor?

Nunca tinha ouvido Sting cantando “Ne me quitte pas” até poucos dias atrás. Amei e não consigo parar de ouvir.

Sempre fui fã da música e de Edith Piaf. Tenho lembranças dos LPs de minha mãe.

A versão de Edith Piaf é linda, mas o Sting… deu uma cara diferente, e tem uma carga de emoção tão grande. Deu até vontade de falar francês, idioma que não domino mas que meu laptop fala. Queria saber fazer biquinho pra falar “je ne vais plus pleurer”, o som é tão gostoso.

E isso me lembrou “Piaf” – o filme – que se você não viu, veja. Quando penso em “Piaf”, me vem imediatamente a cabeça a última cena com “Non, Je ne regrette rien”. Não poderia haver música mais perfeita para encerrar o filme, aliás difícil achar música mais perfeita para Edith Piaf.

E no meu francês capenga e mambembe das minhas memórias de professora Cleonice-dos-quadris-largos, eu sempre soube:
Ne me quitte pas = Não me abandone.
Non, je ne regrette rien = Não, não me arrependo de nada.
(super aula de francês, você não poderia perder. também sei falar – e escrever – abajour, sutien, pas-des-deaux, plié, menage, menage a trois. sei também que menage é limpeza, e portanto não faço idéia de onde veio o menage a tróis. também pergunto “qu’est-ce que c’est” e respondo “c’est une table”. só porque eu sei. e praticamente acabou-se meu francês.)

E deixo vocês com Sting:

E para exercitar seu francês, tente entender a letra:
Ne me quitte pas, il faut oublier
Tout peut s’oublier qui s’enfuit déjà
Oublier le temps des malentendus
Et le temps perdu à savoir comment
Oublier ces heures qui tuaient parfois
A coups de pourquoi le coeur du bonheur
Ne me quitte pas, ne me quitte pas,
ne me quitte pas

Moi, je t’offrirai des perles de pluie
Venues de pays où il ne pleut pas
Je creuserai la terre, jusqu’ après ma mort
Pour couvrir ton corps d’or et de lumière
Je ferai un domaine où l’amour sera roi
Où l’amour sera loi, où tu seras reine
Ne me quitte pas, ne me quitte pas,
ne me quitte pas

Ne me quitte pas, je t’inventerai
Des mots insensés que tu comprendras
Je te parlerai de ces amants là
Qui ont vu deux fois leurs coeurs s’embraser
Je te raconterai l’histoire de ce roi
Mort de n’avoir pas pu te rencontrer
Ne me quitte pas, ne me quitte pas,
ne me quitte pas

On a vu souvent rejaillir le feuDe l’ancien volcan
qu’on croyait trop vieux
Il est parait-il des terres brûlées
Donnant plus de blé qu’un meilleur avril
Et quand vient le soir pour qu’un ciel flamboie
Le rouge et le noir ne s’épousent-ils pas?
Ne me quitte pas, ne me quitte pas,
ne me quitte pas

Ne me quitte pas je ne vais plus pleurer
Je ne vais plus parler, je me cacherai là
A te regarder danser et sourire
Et à t’écouter chanter et puis rireLaisse-moi
devenir l’ombre de ton ombre
L’ombre de ta main, l’ombre de ton chien
Ne me quitte pas, ne me quitte pas,
ne me quitte pas

Ontem, recebi um pedido inusitado:
“Ok, entendi o que você quer. Você consegue me passar por fax esses detalhes todos?”
(hein?! fax? )

– Não serve se eu te mandar por email?
– Serviria, se eu tivesse email.

pausa. risos. não controlei.

– Não me lembro a última vez que conheci alguém sem email!
– Pois é, sou um excluído digital por opção. Me permito o telefone celular.

e o rapaz é empreendedor, parece que bem sucedido, dono de estabelecimento comercial e a oferta que me fez é boa.
é, nem todo mundo tem email.
mas não consegui mandar o fax. não tenho aparelho.

E já dizia Nelson Rodrigues: “Toda unanimidade é burra.”

De tudo um pouco:

Conheça também:

O Jardim em fotos

Gato do rabo curto.

Vitórias Régias.

Vendedor de igarapé

Mais fotos

Por onde viajo…

outubro 2009
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031